SOS IMPERATRIZ Imperatriz sob Estado de Calamidade Pública

As doações para famílias desabrigadas podem ser feitas na Sedes, Rua Hermes da Fonseca, 49 - Centro (Foto: Ramon Portugal e Patrícia Araújo)

Segundo a Defesa Civil mais de 100mm de chuva se precipitaram sobre Imperatriz nas últimas 12 horas

Força tarefa foi montada em Imperatriz nas primeiras horas desta sexta-feira, 05, liderada pelo gestor do Município, Assis Ramos. Ele decretou Estado de Calamidade Pública, diante da maior chuva que caiu na segunda maior cidade do Maranhão, nos últimos dez anos.
Segundo a Defesa Civil, mais de 100 mm de chuvas se precipitaram sobre Imperatriz nas últimas 12 horas, isso depois das chuvas igualmente torrenciais de domingo para segunda-feira. Os bairros mais afetados foram Vila Ipiranga, Grande Cafeteira, Parque Alvorada I e II, Vila Redenção I e II, Bacuri, Vila JK, Santa Rita, São José e Mutirão, com cerca de 800 famílias atingidas, sendo que este número poderá aumentar nas próximas horas.
Visitando os locais mais afetados, o prefeito Assis Ramos, acompanhado da primeira dama e secretária de Desenvolvimento Social, Janaína Ramos, e demais secretários, falou sobre o apoio que está sendo disponibilizado. “Decretamos Estado de Calamidade e estamos notificando os governos estadual e federal, pedimos ajuda do exército e a Prefeitura com toda sua estrutura está ruas. Levamos famílias para quadras cobertas, escolas e Igrejas mais próximas não atingidas pelas águas, mas necessitamos da solidariedade de todos que possam ajudar”, disse.

Prefeito ordenou que toda a comida produzida hoje pelo Restaurante Popular da Prefeitura de Imperatriz fosse distribuída para desabrigados das chuvas, principalmente dos bairros mais atingidos pela calamidade, Parque Alvorada I e II. “Tem muita gente desabrigada e com seus pertences destruídos, inclusive o que tinha para comer, por isso pedimos a compreensão daqueles que diariamente buscam o restaurante para suas refeições”, informou.
Defesa Civil, Infraestrutura, Limpeza Pública e as secretarias de Esporte, Desenvolvimento Social, Saúde, Meio Ambiente e Planejamento Urbano colaboram com as ações dando todo suporte inclusive levando remédios, alimentos, água potável e atendimento médico na quadra poliesportiva do Parque Alvorada. Toda a frota de carros e caminhões da Prefeitura auxiliam as famílias resgatando móveis, pertences diversos e até automóveis levados pela chuva.

O senhor Vicente Machado, morador do Parque Alvorada I, tem 57 anos e há 40 anos reside em Imperatriz e falou sobre a importância do suporte que a administração está dando às famílias. "Nunca tinha visto uma chuva tão forte, mesmo com o que a Prefeitura tem realizado não teria como não ocorrer tantos problemas. Agradecemos todo o apoio que temos recebido", enfatizou.
Para Assis, as providências emergenciais são importantes e necessárias, mas o município precisa de uma grande obra de drenagem. “Sabemos que quando a chuva é grande transborda tudo mesmo, mas um grande projeto de drenagem pode minimizar esses efeitos. Já fizemos mais de oito quilômetros de drenagem, no entanto isso requer muito dinheiro, coisa que o Prefeitura não dispõe no momento, então temos dialogado com os parlamentares e o Governo Federal com esperança de que ainda neste mandato possamos pelo menos ter o projeto com recursos suficientes para sua execução”, afirmou.

(Com colaboração Josué Moura)