Dez presos são indiciados pelo assassinato de detento em presídio, dois confessaram crime


A Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), autuou em flagrante delito em 28 de junho de 2019 dez internos no Presídio Regional de Imperatriz, localizado no Bairro Itamar Guará, pelo crime de homicídio que teve como vítima o interno Daniel Pereira da Silva. 
O corpo de Daniel foi encontrado por um agente do presídio na cela. A princípio pensava-se que tinha sido suicídio, mas após procedimentos periciais e análise de outras circunstâncias, além do exame de necropsia, foi constado que Daniel tinha sido vítima de homicídio.  
Dos dez internos da cela levados para prestar depoimentos na delegacia especializada, apenas dois confessaram participação no homicídio. Antonio Nunes da Silva Filho, vulgo "Marabá", e Thallys Nogueira. 
O interno assassinado, Daniel Pereira da Silva, cumpria condenação de 21 anos pelo crime de latrocínio e aliciamento de menor, a vítima de latrocínio foi o mototaxista João Paulo Uchôa, vulgo Panda. O crime ocorreu em 18 de dezembro de 2017, quando a vítima tentou fugir de um assalto no Parque Alvorada, em Imperatriz.