Juventude e Agemsul firmam parceria para a implantação do Plano Juventude Viva em Imperatriz

Juventude e Agemsul reunidos para implantar Juventude Viva em Imperatriz (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv), a Agência Executiva Metropolitana da Região Tocantina (Agemsul) e a Secretaria de Estado Extraordinária da Região Tocantina se reuniram ontem (22) com o objetivo de articular o Comitê do Plano Juventude Viva em Imperatriz. O comitê será responsável por construir, acompanhar e monitorar as ações do Plano Estadual e Municipal de enfrentamento à mortalidade da juventude negra na região.

Socorro Costa, coordenadora do Juventude Viva pela Seejuv, reitera a importância que Imperatriz e toda Região Tocantina tem para a construção da Política Pública do Juventude Viva no Maranhão. “Só quando todos os sujeitos na construção das políticas públicas estiverem articulados que é possível tornar os territórios do Juventude Viva espaços seguros e geradores de oportunidades para os jovens, e a participação das agências metropolitanas é essencial para a transformação destes espaços”, afirmou.

O presidente da Agemsul, Frederico Ângelo, felicita a parceria em prol da Juventude da Região Tocantina e reitera a importância para que o Juventude Viva possa ser implementado na região. “Nosso maior trabalho é a agência metropolitana firmar parcerias com as secretarias de governo, principalmente as com sede em São Luís. Por meio destes elos estamos aproximando o Governo do Estado da Região Tocantina”, disse.

Juventude e Agemsul reunidos para implantar Juventude Viva em Imperatriz (Foto: Divulgação)

A parceria da Seejuv com a Agemsul terá como foco articular instituições públicas e da sociedade civil que irão compor o Comitê de Enfrentamento à Mortalidade da Juventude Negra. “Essa parceria com a Secretaria de Juventude é de fato um dos exemplos que estamos fazendo, porquê traz a juventude da região para dentro do governo, traz a juventude para dentro das nossas ações e nós vamos focar e potencializar este trabalho para que dia a dia possamos melhorar as estruturas para a nossa juventude”, concluiu Frederico Ângelo, presidente da Agemsul.

Projeto Juventude Viva

O projeto, realizado em parceria com a Secretaria Nacional de Juventude a partir do Plano de Prevenção à Violência Contra a Juventude Negra, visa criar condições para superação dos impactos psicossociais gerados em suas famílias e combatendo a padronização da violência e a estigmatização do jovem negro.

No Maranhão, são 9 municípios que aparecem no Mapa da Violência como as cidades mais vulneráveis para a juventude negra. São elas Timon, São Luís, São José de Ribamar, Caxias, Imperatriz, Açailândia, Bacabal, Paço do Lumiar e Codó.