Polícia Civil cumpre 38 Mandados de Prisões e prende 5 em flagrante por tráfico de drogas


A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico de Imperatriz/MA – DENARC/ITZ, deflagrou na manhã de hoje (12/09/2019), operação intitulada VOLGUS,  visando dar cumprimento a 44 (quarenta e quatro) mandados de prisões e 21 (vinte e um) mandados de busca e apreensão deferidos pelo Juízo da Central de Inquéritos e Custódia de Imperatriz/MA.

O objetivo da operação foi desarticular organizações criminosas voltadas a prática de crimes de tráfico e associação ao tráfico de drogas, no total de 06 grupos identificados durante investigações da DENARC/ITZ que perduraram aproximadamente 04 meses.

Durante a ação de hoje, 38 pessoas efetivamente foram presas em decorrência de mandados de prisões, sendo que 21 delas já estavam custodiadas em Unidades Prisionais de Imperatriz, Davinópolis, São Luís e Balsas.

Ademais, foi dado cumprimento simultâneo a 21 (vinte e um) mandados de busca e apreensão domiciliar em imóveis situados nas cidades de Imperatriz/MA e São Miguel do Tocantins/TO, bem como foram cumpridos 40 (quarenta) mandados de prisões nas cidades de Imperatriz/MA, Balsas/MA, São Luís/MA e São Miguel do Tocantins/TO, encontrando-se ainda 03 pessoas foragidas.

Em decorrência da operação foram lavrados 5 (cinco) Autos de Prisões em flagrantes, que totalizaram 07 pessoas presas pela prática de crimes de posse irregular de arma de fogo, tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas, resultando a apreensão de mais de ½ Kg (meio quilo) de drogas, duas armas de fogo  e várias munições, balanças de precisão, além de vasta quantia em dinheiro.

A ação contou com o apoio operacional da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico – SENARC, 10ª Delegacia Regional de Imperatriz/MA, 9ª Delegacia Regional de Açailândia/MA, 11ª Delegacia Regional de Balsas/MA, Delegacia de Homicídios de Imperatriz/MA e DEIC PC/Tocantins, bem como apoio logístico do Ministério Público de Imperatriz/MA e do Sistema Penitenciário, através das Unidades Prisionais do Itamaguará, Davinópolis e CCPJ, cuja operação envolveu aproximadamente 70 policiais civis.