Fugitivo de presídio confessa que matou companheira e diz para polícia que o corpo está embaixo da cama e arma embaixo travesseiro


Policiais da Força Tática do 14° Batalhão foi ao Bairro Lagoa Verde, atender uma ocorrência que um indivíduo fugitivo do Presídio Itamar Guará, estaria armado, ao chegar na residência localizada na Rua Santa Ana, encontrou o indivíduo José Mauro, ao ser indagado pela arma de fogo, ele falou que a arma estaria embaixo do travesseiro é embaixo da cama estava corpo da companheira dele Maria Vitória.

Os policiais entraram na residência é encontraram o corpo é a arma no local informada, Maria Vitória, tinha sido morta com dois tiros, a arma encontrada, um revólver calibre 38, com duas munições deflagrada é uma intacta. O casal tinham mudado para residia na segunda feira, eles tinham morado um mês num Codominio na Rua São Pedro, na mesma localidade.

Dentro da residência foram encontrados vários celulares e uns aparelhos de Academia, tudo fruto de roubo é furto, a vítima era natural de Paragominas, tinha chegado crescente no bairro, ele informou aos policiais que matou companheira porque a mesma tinha usado droga sua sem sua permissão.

Vizinhos informaram que na noite de terça-feira, teriam ouvidos dois disparos de arma de fogo na residência, a suspeita que na noite desta quarta-feira o acusado iria enterrar o corpo no quintal.

Policiais da Força Tática, apresentaram José Mauro, no Plantão Central da 10 Delegacia Regional de Segurança, o preso foi apresentado com acusações pelos crime de Feminicidio é ocultação de cadáver, o Delegado de Plantão Dr. Charles.