Quatro pessoas morrem em dois acidentes na BR 010

Noticia da Foto 20/09/2020



Todas as vítimas eram ocupantes de motocicletas_


1° acidente ocorreu por volta das 02h30 do domingo (20), no km 169,4 da BR 010, em Campestre do Maranhão/MA.


Colisão frontal entre uma Honda/Biz de cor preta e um automóvel HB20 de cor branca resultou na morte do jovem MATHEUS ALVES SOARES (condutor da motocicleta), 19 anos, nascido em 28/09/2000, e deixou os dois ocupantes do HB 20 gravemente feridos.


O HB 20 teria invadido a contramão de direção, por motivo ainda não esclarecido, e colidiu frontal com a Biz, vindo em seguida a sair de pista e descer uma ribanceira. Os ocupantes do HB 20 foram socorridos pelo SAMU e levados para o Hospital Municipal de Imperatriz.


O 2° acidente foi por volta das 05h40, durante atendimento ao primeiro acidente, poucos metros à frente, no Km 170 da BR 010, os policiais avistaram, transitando no sentido decrescente (Campestre do Maranhão / Porto Franco), uma motocicleta Honda/CG 150 preta, seguida por um veículo GM/Ônix prata. 


A motocicleta estava na ocasião transportando três pessoas e, ao avistar a viatura PRF e o veículo envolvido no primeiro acidente, realizou uma frenagem brusca, reduzindo drasticamente a velocidade. 


Nesse momento, o veículo GM/Ônix colidiu fortemente com a traseira da motocicleta, derrubando todos os três ocupantes, que vieram a óbito no local, e arrastou a Honda/CG por aproximadamente 120 (cento e vinte) metros. 


Identificação dos mortos:

Aneilton Bandeira Lima, 24 anos, nascido em 21/04/1996;

Vinícius Gomes Marinho, 22 anos, nascido em 29/11/1997;

Camila do Vale Silva, 22 anos, nascida em 22/09/1997. 


Embriaguez ao volante

Os PRF's, ao presenciarem os fatos ocorridos do segundo acidente, a poucos metros de distância, deslocaram imediatamente para o local, tendo constatado sinais característicos de embriaguez alcoólica no condutor do automóvel, um homem de 30 anos, como odor etílico, olhos vermelhos, fala arrastada, entre outros. Tal fato foi confirmado pelo teste de etilômetro, que acusou a concentração de álcool de 0.49 mg por litro de ar alveolar expelido pelos pulmões. 


Diante dos fatos, foram acionados o Instituto de Criminalística e o Instituto Médico Legal de Imperatriz, tendo sido realizada perícia em local de acidente bem como a remoção dos corpos para o IML do município de Imperatriz/MA.


Finalizado o atendimento no local, a equipe deu voz de prisão ao condutor do GM/Ônix, que foi encaminhado para apresentação na Delegacia de Polícia Civil em Estreito/MA. Enquadramentos: homicídio, embriaguez ao volante.


Fonte: PRF