.

.

Presa parte da quarilha que explodiu carro forte levando mais de um milhão e meio de reias

Dos um milhão e seiscentos mil reais levado, foram recuperado ate agora 120 mil  dos e dois veículos 
Policiais Civis prenderam quatro integrantes da quadrilha que explodiu carro forte da Empresa Cefor em 18 de março no município de Sitio Novo(MA) onde na oportunidade levaram a quantia de um milhão e seiscentos mil reais, a prisão foi feira por policiais da Secretaria de Segurança Pública e do Serviço de Inteligência da Secretaria de Segurança Núcleo de Imperatriz com apoio do Helicóptero do GTA, a Operação foi comandada pelo Delegado Artur Bardal e Delegado Luís Jorge.
Paulo Leandro preso em Imperatriz.
A primeira prisão foi José Wilson Pereira Junior, vulgo Junior, 33 anos, natural de Goiânia, o mesmo foi preso na divisa dos Estados do Maranhão com Tocantins, a prisão aconteceu após um abordagem ao uma Saveiro Branca que ele dirigia, na revista no veículo foram encontrados R$ 120 mil reais em notas de 100 e 50, uma pistola 380 que tinha sido furtada de um médico em Marabá e um revólver calibre 38, pertencente á empresa CEFOR.
José Wilson preso com a quantia de 120 mil reais , uma pistola e um 38 pertencente a Cefor 
Em seguida foram presos Rodrigo Bezerra Nunes, vulgo Rodrigo Neguinho, é natural de João Lisboa, Ludovico Pereira da Silva, por último foi preso em Imperatriz Paulo Leandro Maciel da Silva, Rodrigo e Ludovico foram presos em Goiânia após terem comprados um Corola por 40 mil reais, Paulo Leandro foi preso em Imperatriz após comprar uma Hillux, a polícia continua nas investigações na tentativa de prender o restante da quadrilha.
Rodrigo Bezerra Lima, natural de João Lisboa. 

Ficha dos quatro presos     

José Wilson já foi preso acusado de roubo a carro forte em Brasília, assalto á Banco em Anápolis e Sapatinho em Goiânia, contra mesmo Mandado de Prisão em aberto, condenado á 14 anos de Prisão.
Paulo Leandro, Mandado de Prisão em aberto por assalto a banco Brasil de Mirador em 2009, condenado á 12 anos de Prisão.
Ludovico Pereira da Silva, natural de Presidente Dutra

Rodrigo Bezerra, acusado á roubo Banco do Brasil São Domingos(MA) e roubo de carga em Presidente Dutra(MA) Ludovico não tem nenhuma passagem pela polícia.

Detalhes de como aconteceu o assalto

Os quatros confessaram com detalhes como aconteceu o assalto, disse que estavam seis na Tuscom prata, ao ultrapassar o carro Forte efetuaram um tiro um tiro com uma metralhadora Ponto 50 de uso exclusive do Exército contra para-brisa do carro forte que estraçalhou toda a frente do carro, em seguida desceram com fuzis 556, onde atiraram no pneus e depois explodindo os dois cofres do carro forte. Os quatro presos foram transferidos para São Luís.