48 horas no DF Residência ortopédica, asfalto e duplicação da BR-010 são resultados de Brasília


Os dois dias seguidos de permanência do prefeito Assis Ramos (PMDB), em Brasília, foram tomados por 11 itens de uma agenda intensa, apoiada pelos 3 senadores maranhenses, João Alberto (PMDB), Roberto Rocha (PSB) e Édison Lobão (PMDB); pelo deputado federal João Marcelo (PMDB); pelo deputado estadual Leo Cunha (PSC), pelo ex-presidente da República, José Sarney, e pelo ex-deputado federal e ex-senador Francisco Escórcio. Como resultado, benefícios assegurados (ou firmemente encaminhados) nas áreas de Saúde, infraestrutura, abastecimento e meio ambiente.

Assis Ramos retornou do Distrito Federal na noite desta quarta-feira, 8, e já na manhã seguinte, enquanto visitava o Hospital Municipal, fez um balanço da viagem. Segundo ele, “o apoio que tenho recebido dos nossos políticos em Brasília, inclusive dos que nem nos apoiavam antes, mas que veem Imperatriz com o respeito que esta cidade merece, tem sido fundamental neste começo de governo. Temos problemas gravíssimos principalmente na saúde e e na infraestrutura, faltou planejamento e o nosso grande esforço é para contornar emergências, como das ruas esburacadas, destruídas pelas chuvas dos dois primeiros meses do ano”- informou o prefeito.

Residência Ortopédica e Saúde do Índio

Oitenta por cento de todas as demandas da Saúde de Imperatriz e região dizem respeito a uma só especialidade médica, da ortopedia, muito em razão dos elevados índices de trânsito, principalmente com motocicletas. De cada cem casos de doentes com fraturas, pelo menos 70 são de outras cidades, vítimas de queda ou colisão envolvendo motocicletas. Fora de Imperatriz, principalmente nas regiões de Buriticupu e Bom Jesus das Selvas, as motocicletas transportam 3 ou mais passageiros, todos sem capacete, o que proporciona muito mais possibilidades de traumas.

As esperas por cirurgias são, na maioria das ortopédicas. Esse “gargalo”, explica o prefeito Assis Ramos, vai ser desfeito, a partir da implantação imediata de uma Residência Ortopédica no Hospital Santa Mônica, já assegurada em Brasília com a ajuda do ex-deputado Francisco Escórcio. “Mais importante ainda, vamos multiplicar muitas vezes o número de médicos ortopedistas na cidade e região, porque eles vêm se especializar aqui e acabam se instalando definitivamente. O Hospital Escola de Ortopedia também consolida Imperatriz como cidade universitária de medicina, pois já temos o curso da Universidade Federal, o do Ceuma já está aprovado e existe pelo menos mais um em vias de aprovação. É um grande avanço em todos os sentidos”- comemora o prefeito.


Outra conquista assegurada por Assis Ramos foi a construção da Casa da Saúde do Índio. A obra já tem recursos assegurados para ser executada imediatamente e o funcionamento de mais essa unidade de saúde vai elevar os recursos que a União destina para a região.

Apoiado pelos 3 senadores maranhenses, Assis Ramos também deixou encaminhada a liberação de recursos extras da ordem de R$ 11 milhões para cobrir as contas em atraso com fornecedores, muitos dos quais ameaçam com frequência a suspensão do atendimento.

Ceasa, Mercado do Peixe e mais poços

O Complexo Hortifrutigranjeiro Ceasa Premium, empreendimento (com recursos privados) da ordem de R$ 250 milhões, é a grande notícia econômica da viagem. Capaz de gerar 5 mil empregos diretos e outros 25 mil indiretos, o centro de distribuição funcionará dentro de dois anos e agrega outras atividades, como hotel, postos de combustíveis e conjunto habitacional.

Paralelamente o prefeito Assis Ramos assegurou a última etapa dos recursos para a conclusão do Mercado do Peixe, obra que se arrasta há anos, mas que agora vai ser concluída para entrar em funcionamento. Da mesma foram, no Ministério da Agricultura ficou acertada a instalação aqui, inicialmente por seis meses, de uma perfuratriz, para multiplicar o número de poços artesianos comunitários, assegurando água de qualidade através de mini sistemas de distribuição que serão implantados.

Pró Transporte, Duplicação da BR 010 e Aterro Sanitário

Com o empenho dos 3 senadores e dos deputados federais que firmaram pela emenda de bancada que dá recursos para as obras de duplicação da BR 010, ficaram empenhados R$ 35 milhões para a primeira etapa dos serviços que serão executados entre a barreira da PM do Bananal à entrada sul da cidade, no Cacau. Já no Ministério do Meio Ambiente, que tem como titular o maranhense Sarney Filho, Assis Ramos finalizou acertos para garantir A liberação do dinheiro para a implantação do novo aterro sanitário de Imperatriz, e na direção da Caixa Econômica Federal o prefeito avançou nas negociações para o financiamento de 150 quilômetros de asfalto novo para as ruas da cidade, dentro do Programa Pró Transporte.

O prefeito Assis Ramos também deixou encaminhadas gestões junto à Presidência da República, a serem acompanhadas pelo ex-deputado Chiquinho Escórcio, no sentido de restituir aos imperatrizenses agências do Banco do Brasil e do Banco do Nordeste do Brasil, bem como da Procuradoria da Fazenda, removidas da cidade recentemente. 

ASCOM/PMI