Preso acusado de ter assassinado Vitor com golpe de mata leão


O jovem Vitor Viana Lima, 20 anos, que teve o corpo encontrado as 7 hrs da manhã de quinta feira (10) na Rua Gregório, entre General Gurjão e Osvaldo Cruz, na pericia feito no local não foi constatado a causa da morte, devido não ter sido encontrado nenhuma marcas de tiros e nem espancamento. Vitor Viana, era morador da Rua 7 Setembro com João Pessoa, Bairro Bacuri.

Antes mesmo de ser concluído a pericia no IML, a policia prendeu um suspeito do crime, o acusado que esteve com a vitima na noite do crime, Gabriel Augusto Amaral Santos, 21 anos, foi preso em sua casa, próximo a casa da vitima, ao prestar depoimento na Delegacia Regional, ele confessou ter matado Vitinho com um golpe conhecido por mata leão, falou que eles tinham usados drogas e ingerido bebidas alcoólicas. 

O acusado estava com Vitor e outro amigo bebendo ate tarde da noite, quando os dois sairão para comprar mas bebida, não tendo encontrado nenhum bar aberto, no retorno eles tiveram uma discussão, devido Gabriel ter dito que amigo teria ficado com R$ 25, 00, segundo o acusado Vitinho teria pego um canivete e tentado lhe furar.

Foi quando Gabriel teria tomado o canivete, e em seguida dar o golpe, disse que Vitor ficou caiu no chão, ele jogou canivete fora, e indo para sua casa na Rua Vilela, Codomínio Sampaio, Bairro Bacuri, próximo a casa da vitima, falou que soube que Vitor estava morto através do Whastapp, ele inclusive foi ao local e viu o amigo morto, tendo retornado para casa.