.

.

Vereador Hamilton Miranda denuncia proliferação do comércio informal


O líder do Governo na Câmara Municipal, Hamilton Miranda, usou a tribuna na sessão desta terça-feira (22) para denunciar uma suposta feira de confecções e outros artigos, oriunda de São Paulo, que se instalou em espaço alugado para vender seus produtos sem recolher impostos aos cofres do Município e do Estado.

“Temos que fazer uma manifestação, a associação dos lojistas e todos nós, contra essa invasão, contra essa concorrência desleal e ilegal que nada acrescenta à arrecadação do Município”, conclamou.

O vereador também afirmou ser contra a presença de vendedores ambulantes (camelôs) em calçadas e outros espaços públicos. “Não sou contra os camelôs, só penso que eles deveriam ter um espaço adequado a eles para trabalhar, sem atrapalhar o passeio público e sem concorrer diretamente com quem paga imposto”, explicou, acrescentando que também repudia a ação de comerciantes que instalam barracas na calçada em frente a seus estabelecimentos.