.

.

Deputada Valéria Macedo promove audiência pública sobre doação de órgãos


Com objetivo de discutir ainda mais a campanha ‘Setembro Verde’, que sensibiliza e conscientiza a população sobre a doação de órgãos e tecidos, a deputada Valéria Macedo (PDT) realizou uma sessão especial, na última quarta-feira (13), no plenarinho da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão.

Durante a sessão a parlamentar ressaltou a importância do diálogo com a família, para a doação, tendo em vista que na legislação brasileira a doação de órgãos para transplante só pode acontecer através da autorização familiar. “Provocar a conversa sobre esse tema em família é a melhor forma de incentivar as pessoas à comunicarem sua vontade e dessa forma os familiares tenham mais segurança e clareza no momento de decidir sobre a possível doação de órgãos de um ente querido", disse Valéria Macedo, acrescendo que “na minha casa já avisei para minha família: sou doadora”, destacou.

A deputada ressaltou também a necessidade de ampliar esta discussão. “Todos juntos podemos sensibilizar o governo da necessidade da implantação do setor de transplante e captação de órgãos. Precisamos estender essa campanha aos municípios maranhenses. Aqui nós estamos sensibilizando as famílias e estimulando as pessoas a serem doadoras. É um ato de solidariedade e amor pelo próximo; precisamos defender a vida. Precisamos de campanha mais acirrada para que as pessoas tenham conhecimento da importância da doação de órgãos”, acentuou Valéria Macedo.

A parlamentar é autora da Lei de nº 10.373, que foi sancionada em 2015 pelo governador Flávio Dino e ficou instituído no Calendário Oficial do Estado do Maranhão este mês como ‘Setembro Verde’. Pela lei, durante todo o mês de setembro, os prédios públicos serão iluminados com a cor verde, com o objetivo de chamar atenção da sociedade civil e organizada sobre a doação.

A coordenadora da Central de Notificação, Captação e Distribuição de órgãos no maranhão (CNCDO-MA), Maria Inês Oliveira agradeceu o apoio da deputada e a defesa da parlamentar pelo tema da campanha.

“A deputada Valéria Macedo é sensível esta causa, diante de tantos estados do país que não há lei sobre a doação de órgão, a parlamentar cria esta lei e nos ajuda a somar mais esforços sobre o Setembro Verde”, frisou.

A coordenadora ressaltou que há uma defasagem entre os números de transplantes realizados e a necessidade de pessoas que esperam por uma doação de órgãos. “Observamos que com o desenvolvimento das tecnologias na área da saúde, os diagnósticos têm mais indicações de transplantes, mas esbarramos na falta de doadores. Por isso, essa campanha vem fomentar a discussão na sociedade para que se chegue aos seios das famílias para conversarem sobre esta possibilidade de doações, porque temos que decidir em vida”, concluiu

A sessão contou com as presenças da deputada Nina Melo (PMDB); de Antônio Luís Amaral Pereira, representando a reitora Nair Portela, da UFMA; da coordenadora da Central Estadual de Captação de Órgãos e Tecidos, Inês Oliveira; de Joyce Lages, superintendente do Hospital Universitário; Nan Sousa, da Fundação Josué Montelo; Maria Inês, representando o secretário estadual de Saúde, Carlos Lula; Ana Leia, presidente do Sindicato dos Enfermeiros e Enfermeiras do maranhão; estudantes de enfermagem da Faculdade Estácio de Sá, enfermeiros e técnicos de enfermagem.