.

.

Reunião discute melhorias no Mercadinho


Propostas serão apresentadas ao prefeito A Câmara Municipal recebeu, na quarta-feira, 20, feirantes do setor Mercadinho, para tratar das mudanças que serão feitas no local, nos próximos meses, em infraestrutura, organização e ocupação do espaço. O debate foi coordenado pelos secretários Marlon Moura, de Governo; Leandro Braga, Trânsito, e Paulo Marcelo, Agricultura, Abastecimento e Produção. Encontro serviu para a categoria expor suas opiniões, ideias e sugestões de melhorias para a área.

“É um pedido do prefeito Assis Ramos e estamos sensíveis às necessidades de cada feirante, pois será feito algo agradável para todos, sem prejudicar ninguém” – ressaltou o secretário Paulo Marcelo.

Ele afirmou que “o problema é antigo e se arrasta ao longo das administrações, mas, com as melhorias, quem vai ganhar é o povo de Imperatriz”. Marcelo reforçou que entre as ajustes está o uso de uniformes e itens de higiene e segurança pelos feirantes, respeito ao espaço ocupado e controle maior do transporte, para desafogar o trânsito na via.

De acordo com o secretário, foi realizado levantamento que constatou aprovação de 78% da população pelas mudanças no Mercadinho. “Isso demanda tempo e é preciso o entendimento para que todos fiquem satisfeitos. Prefeito quer organizar de uma forma que agrade aos feirantes, clientes e comunidade em geral” – reforçou.

Marcelo enfatizou que a área possui cerca de 500 feirantes, dentro e fora do mercado, e que até o final do ano serviços e organização serão percebidos pela população. “São famílias que levam sua renda para casa. Nós vamos valorizar o local, trazendo um conceito novo, aqui são apenas debates para ouvirmos as sugestões e encaminharmos ao prefeito e ao secretário de Planejamento Urbano, Fidélis Uchoa”- concluiu.

A feirante Antônia Dantas disse que “aguarda ansiosamente pelas melhorias, já que o Mercadinho movimenta a economia da cidade e merece ser um local mais organizado e com estrutura, para trabalhar e atender aos clientes com satisfação”.