Valéria Macedo e Vanessa Grazziotin se unem no combate a violência contra mulher no Maranhão


A Campanha “16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher” teve início na manhã desta segunda-feira (20), com o seminário que contou com as presenças da Procuradora da Mulher na Assembleia Legislativa do Maranhão, deputada estadual Valéria Macedo (PDT) e da Procuradora da Mulher no Senado Federal, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), dentre outras autoridades.

Em seu pronunciamento, a deputada Valéria Macedo destacou o Dia da Consciência Negra, que acontece hoje (20), e a violência contra a mulher negra, que é consideravelmente maior que a violência contra as outras mulheres. "Somos um estado com mais de 70% da população negra. E se é difícil ser mulher numa sociedade essencialmente machista, é muito mais difícil ser mulher e negra, parda e pobre. O que estamos fazendo aqui, hoje, é apenas plantando a semente. Precisamos nos unir mais, porque somos fortes, é verdade; mas, juntas somos mais fortes", disse a parlamentar lembrando o slogan da campanha.

Maria Lúcia Gato, presidente do Grupo de Mulheres Negras, foi cumprimentada pela senadora Vanessa Grazziotin, pelo trabalho realizado. "Nosso trabalho é árduo, mas não podemos parar. Desejo que esse dia da Consciência Negra venha a ser de comemoração e não apenas de lamentos das mulheres negras", disse Lúcia Gato.

A Procuradoria da Mulher pela sua Procuradora Valária Macedo vem difundindo em todo o estado do Maranhão a luta pelo combate de qualquer violência contra as mulheres, dentre as quais a pior de todas que é o feminicídio. 

A campanha, também realizada pela Secretaria de Estado da Mulher (SEMU), mobilizou gestoras das Secretarias da Mulher nos municípios maranhenses, com o tema “A Violência Contra a Mulher Deixa Marcas, O Feminicídio é a Pior Delas."

A primeira mulher coronel da Polícia Militar, comandante da Patrulha Maria da Penha, Augusta de Andrade, falou do espaço conquistado em funções antes desempenhadas apenas por homens no estado. "Sou a primeira mulher PM a ser promovida à patente de coronel, pelo governador Flávio Dino, no Maranhão. Essa é uma conquista de todas as maranhenses”, disse a coronel Augusta.

Também colaboraram com o seminário a Chefe do Departamento de Feminicídio do Maranhão, delegada Viviane Azambuja; a representante do Fórum Maranhense de Mulheres, Mary Ferreira e a juíza titular da 2ª Vara da Mulher da Capital, Lúcia Helena Barros Heluy.

AS PROCURADORIAS DA MULHER NOS PARLAMENTOS

A palestra magna “O Papel do Parlamento no Enfrentamento à Violência Contra a Mulher', ministrada pela senadora Vanessa Grazziotin, apresentou estudos importantes realizados pela Procuradoria da Mulher no Senado Federal. A senadora fez ainda uma explanação geral sobre o panorama de reformas e leis que impactam a mulher, no Congresso Nacional. "Muitas reformas, como a trabalhista, são um verdadeiro desrespeito contra a mulher. A nossa participação na política ainda nos envergonha. Precisamos ocupar os espaços e só conseguiremos nos mobilizando. Eu estou muito satisfeita com este encontro. Estou satisfeita por poder trocar ideia com a deputada Valéria Macedo; ambas somos procuradoras da mulher no parlamento e vamos nos unir em defesa dos direitos da mulher", declarou a senadora.

Sobre o encontro com a senadora, a deputada Valéria disse que "a senadora Vanessa Grazziotin nos inspira, nos encoraja e vamos manter essa união pelo nosso estado e por nossas causas".

Após a palestra, a senadora acompanhada da deputada Valéria Macedo, da Secretária de Estado da Mulher, Terezinha Fernandes, foi conhecer a Casa da Mulher em São Luís ocupada recentemente.