ATUAÇÃO Defesa Civil amplia atendimento e serviços para situações adversas



Órgão investiu em qualificação de equipe e aumenta alcance na cidade


A Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil, Sumpdec, apresenta balanço de ações das atividades realizadas em 2017. Durante o ano, o órgão investiu na capacidade de lidar com situações adversas, obtendo, inclusive, bons resultados, com novas medidas de trabalho adotadas, atividades modernas, inovadoras e participativas nos serviços oferecidos à população.

Foram realizadas panfletagens, blitz urbana, remoção de barracas, banheiros e propagandas publicitárias dos canteiros da BR-010, proporcionando novo aspecto paisagístico à entrada da cidade, além de retiradas de 14 veículos e carcaças abandonados em calçadas e passeios públicos, que resultaram na desobstrução das vias públicas.

Assim que assumiu a Superintendência, Josiano Galvão anunciou medidas iniciais para o reforço da segurança nos bares da cidade, em que vistoriaram 75. “Nosso trabalho é fiscalizar se esses estabelecimentos possuem itens como extintores, saídas de emergências, entre outros componentes” - destacou.

No período veraneio, que iniciou 17 de julho a 1º de outubro, a Defesa Civil realizou o gerenciamento das praias do Cacau e do Meio. Durante a temporada, contou com apoio de diversos órgãos como a Sinfra, Samu, Centro de Controle de Zoonoses, Vigilância e Saúde, Meio Ambiente, Trânsito, Esporte e Corpo de Bombeiros, todos envolvidos na organização e na segurança dos banhistas. “A atuação conjunta foi fundamental para que o evento transcorresse com êxito e segurança. Nenhuma ocorrência grave foi registrada”. frisou.

Com o fim do período veraneio, a Defesa Civil solicitou aos presidentes das associações das praias do Meio e Cacau a remoção das barracas erguidas no local, devido a elevação no volume de águas do rio Tocantins. Segundo o superintendente, “com o período das chuvas que se iniciam, as estruturas poderiam ser levadas pelas enxurradas, causando poluição ambiental, além de oferecer riscos para a própria população” - alertou.

Em parceria com a Secretaria de Planejamento Urbano, Seplu, órgão auxiliou nas retiradas de Outdoors que estavam em situações irregulares e fixados em áreas de risco. Com a chegada do período chuvoso, a Defesa Civil desenvolveu trabalhos de mapeamento e monitoramento nos pontos com risco de alagamento. Josiano Galvão explica que, “as ações visam resgatar a relação de confiança da população com as ações de políticas públicas de gerenciamento de risco e desastres, além do ordenamento territorial”.

Outras contribuições para organização da cidade foram os acompanhamentos em parceria com a Superintendência de Limpeza Pública na desobstrução dos riachos Bacuri, Cacau e Capivara. “Devido ao crescimento da cidade, é preciso agir em projetos mais detalhado para evitar transtornos em época de chuvas, sobretudo nas ações de prevenção de acidentes e desastres naturais ou não” - explica o superintendente.

No Setor Mercadinho, a Defesa Civil, juntamente com as Secretarias Municipais de Planejamento Urbano, Trânsito e Agricultura, atuou no trabalho de conscientização e ordenamento dos passeios públicos. “Orientamos cerca de 130 feirantes e vendedores ambulantes que ocupavam de forma irregular. Nosso propósito é garantir, entre outros serviços, a fluidez do tráfego na área, segurança e um trânsito mais organizado” - explicou.

Novembro passado, equipe técnica da Sumpdec passou por um curso de capacitação voltado para Agentes de Proteção e Defesa Civil, em parceria com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defeso Civil, que contou com atividades teóricas e práticas sobre diversas situações para atender as demandas da sociedade.

Para amenizar os prejuízos causados pelas fortes chuvas ocorridas na madrugada de 29 de novembro, a Defesa Civil, em parceria com a Superintendência de Limpeza Pública, realizaram mega operação para dar suporte à população, percorrendo áreas atingidas. Houve poda de árvores e a retirada de entulhos aglomerados por toda a cidade. “Nosso propósito é planejar ações integradas com outros órgãos, para que possamos realizar um trabalho ainda mais eficaz em qualquer época .