Cantor de Imperatriz é acusado de agredir a ex-companheira


Danilo Lima teria agredido a vítima com uma garrafa de cerveja; o caso já está sendo investigado pela DEM

O cantor Danilo Lima, conhecido em Imperatriz e região, foi acusado publicamente, na tarde desta segunda-feira (07), de agredir uma ex-companheira. A agressão, segundo relatos, teria acontecido nesse domingo (06).
A irmã da vítima divulgou nas redes sociais fotos da agressão e um texto em que pede justiça. “Ele tentou contra a vida da minha irmã. (...) ele precisa ser preso, esse monstro não pode ficar solto”, escreveu na publicação.


De acordo com a delegada da mulher, Sylvianne Tenório, o caso chegou a Delegacia da Mulher (DEM) por denúncia da vítima e que já foram ouvidas testemunhas. “A vítima já foi ouvida, encaminhada para realização de corpo de delito, bem como já foram ouvidas testemunhas”, contou ao Jornal Correio.
Além disso, Tenório ressaltou que o caso “será devidamente investigado”.
Em uma declaração, Danilo Lima desmentiu a agressão e disse que a mulher estaria embriagada e caiu, vindo a sofrer machucados com cacos de vidro. O ocorrido teria acontecido em um evento no domingo (06) aonde o acusado participava da festa.  
Além de cantor, Danilo Lima é apresentador em um programa de rádio na cidade. Em uma nota divulgada nesta segunda (07), a direção da emissora comunicou que “o radialista ficará afastado do programa "Bota pra Moer" apresentado por ele na Rádio Mirante FM 95,1 até que fique esclarecido o episódio com sua ex-companheira”. Além disso, a direção se solidarizou com a vítima e ressaltou que espera que a verdade ‘venha o mais rápido possível’.
Na denúncia, a vítima também afirmou que não foi a primeira vez que teria sofrido agressões vindas de Danilo Lima. A agressão no domingo (06) teria acontecido com uma garrafa de cerveja.
Fonte Jornal Correio.