INFRAESTRUTURA Vila Redenção II recebe pacote de obras


Recuperação de ruas, construção de ponte de concreto e pavimentação de vias darão nova feição ao bairro

A Secretaria Municipal de Infraestrutura, Sinfra, começou nesta segunda-feira, 4, os serviços de limpeza e regularização de ruas da Vila Redenção II, bairro que receberá no próximo sábado, 9, na Escola Municipal Marly Sarney, a 11ª edição do programa “A Gente Faz Cidadania”.

O prefeito Assis Ramos, acompanhado do secretário de Infraestrutura, Francisco Pinheiro, vistoriou o início dos trabalhos de melhoria das vias que foram danificadas durante o período invernoso. Medida visa facilitar o acesso de veículos, principalmente os caminhões da limpeza e da segurança pública.
“Também iniciamos no mês passado a construção da ponte de concreto armado da Rua Marechal Rondon, sob o riacho Bacuri, aqui na Vila Redenção, que durante três anos estava interditada por falta de conservação da antiga estrutura de madeira”, disse ele, que reiterou o compromisso de gradualmente substituir pontes de madeira por concreto armado, contribuindo para melhoria da mobilidade urbana nos bairros de Imperatriz.

O secretário Francisco Pinheiro assinalou que o Município iniciará nesta semana os serviços de terraplanagem para pavimentação da Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa e Rua São Francisco; da Rua Antônio de Miranda, no trecho das ruas da Assembleia e Professor José de Queiroz, e Rua Bom Futuro, trecho das ruas São Francisco e Espanha, também na Vila Redenção.
“As melhorias dessas vias atende antigo anseio dos moradores do bairro, além de melhorar a qualidade de vida, dinamizará o fluxo de veículos desafogando ruas que concentram intenso movimento de automóveis”, avalia ele.

Ao passar pela Rua Guarani, via beneficiada com limpeza e melhoria, a estudante Glenda da Silva comemorou a iniciativa que deve melhorar o acesso de veículos no bairro, prejudicado pela grande quantidade de buracos, lama e mato. “Espero que esse trabalho também chegue minha rua [Tupi], pois estamos aguardando esse benefício do poder público”, concluiu.