NOTA DE ESCLARECIMENTO


Com relação à divulgação de notícias em redes sociais, incentivada por algumas pessoas inescrupulosas e sem ter concretamente o que falar de mim, sobre um processo judicial que está em curso na Comarca de Barra do Corda, entendo que, em respeito à verdade e às pessoas de bem, cumpre-me dizer o seguinte:

1 – Causa profunda estranheza o fato desse processo, que trata de uma ação movida pelo Ministério Público contra o prefeito de Barra do Corda, ser de 2013 e somente agora, no final de 2018, coincidentemente 03 (três) dias após o meu nome ter sido lançado, com enorme repercussão positiva, como pré-candidato a prefeito de Imperatriz, ter sido decretada a indisponibilidade dos bens do citado prefeito e de todas as pessoas que, direta ou indiretamente, participaram de determinada licitação, entre as quais, sem nenhum motivo, fui incluído.

2 – Tenho dito, desde sempre, que não acredito em coincidências. Estou pronto para o surgimento, a qualquer hora, de novas coincidências, podem começar a acreditar os meus adversários, que são os mesmo que ora incentivam a divulgação distorcida desses fatos.

Aproveito o ensejo para reiterar a todos os imperatrizenses, inclusive aos meus adversários, votos de Feliz Natal e de um 2019 repleto de realizações.

Imperatriz/MA, 12 de dezembro de 2018.

  Richardson Lima Cruz