Ex-prefeita de Amarante, Adriana Ribeiro tem contas desaprovadas pelo TCE.

Ex-prefeita de Amarante Adriana e seu esposo Gildásio Ribeiro.

O Tribunal de Contas do Estado - TCE, votou pela desaprovação das contas da ex-prefeita de Amarante do Maranhão, Adriana Luriko Camada Ribeiro. O processo de número 2919/2010-TCE/MA, que trata sobre o exercício administrativo do herário público municipal do ano de 2009, transitado em julgado em  06 de março de 2020, recebeu parecer desfavorável do TCE, o que torna a ex-prefeita impedida de concorrer às eleições nas próximas campanhas.

O processo recebeu desaprovação nas prestações de contas dos fundos municipais relacionados à saúde e educação, entre outros. A decisão do TCE com Certidão Eletrônico datada de 16 de março de 2020, faz com que se redesenhe o cenário de pré-campanha em que o grupo da ex-prefeito já trabalhava seu nome como cabeça de chapa majoritária, onde a mesma pretendia concorrer novamente ao carga de Gestora Municipal.

A ex-prefeita Adriana  foi condenada a devolver o montante aproximado de 4.000.000,00 (Quatro Milhões de Reais) ao tesouro Nacional. Esta decisão cancela a possibilidade de aptidão da ex-gestora concorrer a qualquer cargo público pelos próximos anos.